Scroll Top

Coach de Relacionamentos Revela: Como Conquistar o Homem dos seus Sonhos e se Tornar uma Mulher IRRESISTÍVEL.

Coloque o seu e-mail:

Curiosidades Saúde

4 Tipos de Corrimento Vaginal, 2 Deles Merecem um Cuidado Redobrado!

Corrimento vaginal é o nome que damos à secreção de fluidos pela vagina. O corrimento vaginal pode ser algo completamente normal ou um sinal de doença ginecológica. Neste texto vamos abordar as causas de corrimento vaginal detalhando os sinais que podem indicar uma vaginite ou colpite (inflamação da vagina).

É natural que durante toda a vida e, principalmente no período fértil, a mulher tenha corrimentos. Chamado também de secreção vaginal, ele é constituído por bactérias e células mortas decorrentes da degradação natural do meio vaginal e é responsável pela autorregulação da área. De acordo com a ginecologista e obstetra Flávia Fairbanks, a cada período do ciclo menstrual o seu aspecto muda. Para evitar que a secreção natural seja confundida com os sintomas de determinadas doenças ginecológicas, saiba como identificá-la a cada fase.
corrimento2Como é a secreção vaginal normal:

Pós-menstruação: Logo após a menstruação, é natural que a vagina elimine pouca secreção. “Nesses dias a calcinha fica praticamente seca”, conta.

Ovulação: Com o passar dos dias e aproximação da data de ovulação, a secreção tende a aumentar. “Perto da ovulação é natural que a secreção fique mais úmida e fluída. O ápice do período é a secreção semelhante a clara de ovo formada pelo muco da ovulação”, explica.

Pós-ovulação: Após o período de ovulação, a secreção continua saindo, mas com outro aspecto. “Nesse período o corrimento ainda é aumentado, mas mais pastoso e com gruminhos”, exemplifica.

Menstruação: No fim do ciclo – dias que se aproximam da próxima menstruação – a tendência é que a secreção volte a ficar mais liquida e fluída.

Corrimentos que merecem atenção:

No entanto, embora seja natural que a vagina elimine secreções durante o ciclo, Flávia alerta para dois tipos de corrimentos que podem indicar doenças: aquelas secreções mais amareladas ou esverdeadas.

Além disso, ela chama atenção para sintomas associados. “Desconforto nas relações se*uais ou para urinar, cheiro forte e cores amareladas ou esverdeadas podem ser sinais de alguma doença e, nestes casos, o melhor caminho é procurar um especialista para indicar o tratamento adequado”, orienta.

CORRIMENTO VAGINAL ANORMAL

A leucorreia ou corrimento vaginal não fisiológico é aquele relacionado a alguma doença ginecológica e pode ter várias causas. As mais comuns são as vaginites, também chamadas de colpites, que é a infecção da vagina, provocada normalmente por bactérias ou fungos. O corrimento também pode surgir por atrofia da mucosa da vagina após a menopausa, alergia a algumas substâncias, como espermicidas, ou pela presença de um corpo estranho na vagina.

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Comentários

Recomendados para você:



Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.