Scroll Top

Coach de Relacionamentos Revela: Como Conquistar o Homem dos seus Sonhos e se Tornar uma Mulher IRRESISTÍVEL.

Coloque o seu e-mail:

Curiosidades

7 Erros que fazem sua pílula anticoncepcional falhar!

Além de garantir liberdade para mulheres, a pílula anticoncepcional revolucionou o mundo quando foi criada e, até hoje, é um dos mais populares e eficazes métodos para evitar uma gravidez indesejada. Isso, claro, quando administrada com indicação médica e de maneira correta.

Mesmo sendo um dos métodos contraceptivos mais eficientes e famosos do mundo, a pílula ainda exige alguns cuidados. Ingerir o comprimido em horários irregulares ou esquecer-se de tomar são fatores que diminuem a eficácia do contraceptivo. Para evitar surpresa, é necessário incluir o medicamento à sua rotina e seguir todas as orientações médicas. Segundo a ginecologista e obstetra Erica Mantelli, para que a pílula seja de fato eficaz e não apresente falhas é preciso tomar todos os comprimidos da cartela sempre no mesmo horário.
3127Os anticoncepcionais podem ser encontrados em cartelas contendo de 21 a 28 comprimidos, sendo que os de 28 são de uso contínuo, ou seja, sem interrupções. Já as cartelas com 21 comprimidos oferecem uma pausa de uma semana. Nesse período, normalmente, a mulher menstrua. Uma nova cartela deve ser iniciada no oitavo dia do sangramento, independente dele ter cessado ou não. Existem também cartelas com 24 comprimidos e pausa de quatro dias.

A pílula anticoncepcional age no organismo feminino inibindo a produção natural de hormônios, e consequentemente inibe a ovulação. Além disso, altera a camada interna do útero, impedindo a implantação do embrião e tem a capacidade de alterar a movimentação do óvulo nas trompas e no muco vaginal, comprometendo a passagem dos espermatozoides nas paredes vaginais — explica.

Confira coisas que fazem o contraceptivo falhar e que você precisa evitar:

1. Nunca tome uma pílula anticoncepcional sem indicação médica, apenas porque recebeu conselhos de alguma amiga ou familiar. Nem todas as mulheres podem fazer uso do medicamento, que possui contraindicações que só um especialista pode avaliar, além de ser importante conhecer qual a melhor marca para sua saúde.
2. Variar muito os horários de tomar o anticoncepcional também pode diminuir sua eficácia. Estabeleça sempre um período único para fazer uso do medicamento.

3. Interromper a cartela do contraceptivo antes do indicado ou prolongar por meio período sem recomendação médica não é indicado e pode fazer com que o remédio perca seu poder de proteger contra uma gravidez indesejada.

4. Nem todas as mulheres sabem, mas a obesidade é um fator que compromete a eficácia da pílula. Quem está acima do peso tem mais chances de sofrer com problemas relacionados à combinação, como a trombose. O sedentarismo também pode fazer com que o medicamento seja menos eficaz.

Saiba por que a orientação médica é importante na hora de escolher o anticoncepcional

5. A ingestão de bebida alcóolica em excesso pode, em alguns casos, inibir a ação da pílula anticoncepcional e deixar a mulher menos protegida.

6. Tomar antibióticos sem acompanhamento médico, além de ser arriscado para a saúde, pode interferir na eficácia da pílula anticoncepcional. Sempre que precisar tomar esse tipo de remédio, informe seu ginecologista.

7. Tomar pílula do dia seguinte junto com anticoncepcional não é indicado por causar excesso de hormônio no corpo. Combinar os dois medicamentos pode causar grande carga de hormônios em seu organismo e desregular completamente seu ciclo.

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Comentários

Recomendados para você:



Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.