Scroll Top

Coach de Relacionamentos Revela: Como Conquistar o Homem dos seus Sonhos e se Tornar uma Mulher IRRESISTÍVEL.

Coloque o seu e-mail:

Relacionamento

Os 10 Mandamentos Para Ser Feliz no Amor

Um casamento sólido precisa de tanto trabalho quanto um emprego. Quando duas pessoas fazem seus votos, elas prometem ficar juntas na saúde e na doença. Procurar emoções em um caso extraconjugal é uma distração – mero escapismo. Não querer trabalhar nele mostra a falta de vontade que a pessoa tem em manter o casamento. Se esse é o nível de comprometimento no casamento dele, não se pode dizer muito sobre seu caso, que ele provavelmente não quer levar a sério mesmo. Você merece algo muito melhor, e ser “a outra” não é bom o suficiente para ninguém.

Couple relaxing together

Abaixo estão os  10 mandamentos da construção de uma relação boa e amorosa que agora eu sigo religiosamente. Estes mandamentos e me permitiu libertar-se da dinâmica tóxicos e me deu poderes para esperar – e cultivar ativamente – novos e amorosos.

1.Manterás o díalogo: É clichê, mas o exercicio do dialogo é capaz de resolver diversos conflitos. É importante que não existam tabus e que vocês sejam de capazes de conversar sobre qualquer coisa. Conversando se põe os pingos nos i´s e se lava roupa suja.

2.Atração: Vocês se conhecem e, por não saberem muito um do outro, ainda estão atentos às aparências. Segundo Deepak Chopra, nessa fase é fácil cair na tentação de querer agradar sempre e se comparar com outras mais bonitas, magras… O que a torna realmente desejável? “Acima de tudo, a atração provém da naturalidade. Somente ela contém o mistério e o fascínio que desencadeiam o romance”, explica. Ele recomenda que você seja autêntica.

3.Não odiarás a sogra: Nada de soltar cobras e lagartos contra a mãe do seu amado. A convivência costuma ser mais conturbada entre noras e sogras, segundo a ciência. A psicóloga Terri Apter, da Universidade de Cambridge, na Inglaterra, estudou 156 pessoas e, para surpresa de muitos, as esposas é que mais reclamavam das sogras, e não os maridos: 60 contra 15%. E é verdade que eles defendem a mami: pensam que a mulher está sendo injusta quando reclama. Para eles, o comportamento da mãe sempre parecerá normal. Como prevê Terri, se o conflito com a sogra não for contido, ambas começarão a mostrar seu pior lado — pois nesse momento aparecem sentimentos de exclusão, ciúme e disputa pelo objeto amado. Não queira abarcar mais do que é seu por direito — ela é mãe, também tem importância na vida dele, e isso deve ser respeitado.

4.Nunca se irritar ao mesmo tempo: A todo custo evitar a explosão. Quanto mais a situação é complicada, tanto mais a calma é necessária. Então, será preciso que um dos dois acione o mecanismo que assegure a calma de ambos diante da situação conflitante. É preciso nos convencermos de que na explosão nada será feito de bom. Todos sabemos bem quais são os frutos de uma explosão: apenas destroços, morte e tristeza. Portanto, jamais permitir que a explosão chegue a acontecer. Dom Hélder Câmara tem um belo pensamento que diz: “Há criaturas que são como a cana, mesmo postas na moenda, esmagadas de todo, reduzidas a bagaço, só sabem dar doçura…”.

5.Nunca gritar um com o outro: A não ser que a casa esteja pegando fogo. Quem tem bons argumentos não precisa gritar. Quanto mais alguém grita, tanto menos é ouvido. Alguém me disse, certa vez, que se gritar resolvesse alguma coisa, porco nenhum morreria. Gritar é próprio daquele que é fraco moralmente, e precisa impor pelos gritos aquilo que não consegue pelos argumentos e pela razão.

6.Nunca jogar no rosto do outro os erros do passado: A pessoa é sempre maior que seus erros, e ninguém gosta de ser caracterizado por seus defeitos. Toda as vezes em que acusamos a pessoa por seus erros passados, estamos trazendo-os de volta e dificultando que ela se livre deles. Certamente não é isso que queremos para a pessoa amada. É preciso todo o cuidado para que isso não ocorra nos momentos de discussão. Nessas horas o melhor é manter a boca fechada.

Aquele que estiver mais calmo, que for mais controlado, deverá ficar quieto e deixar o outro falar até que se acalme. Não revidar em palavras, senão a discussão aumenta e tudo de mau pode acontecer em termos de ressentimentos, mágoas e dolorosas feridas.

7.Se o diálogo virar discussão, deixe que o outro ganhe: Diferente do diálogo, a discussão é uma guerra e sempre exige um “vencedor”. E de que adianta “vencer” uma discussão e perder o carinho e o respeito? Se a conversa começar a ficar exasperada, deixe que o outro dê a palavra final. Isso evita aborrecimentos maiores, brigas e mágoas. Se achar necessário, retome o assunto depois, de forma mais civilizada. Senão, apenas esqueça e não cultive mágoas.

8.Não excluirás sua individualidade: Amar envolve duas pessoas que antes eram uma só. E completas. Anular sua individualidade em prol do outro ou da relação é fadar seu relacionamento ao fracasso. Mantenha seus hobbies, eleve sua autoestima e valorize a si mesmo. Ame-se antes de amar o outro.

9.Não fará cenas de ciúmes: Não tem porque sentir ciúme de algo que não é seu. A pessoa que está ao seu lado assim o faz porque optou, e não porque foi obrigada ou comprada. Logo, ela não lhe pertence. E assim, não existe porque ter ciúmes e nem fazer cenas dramáticas e em público. A não ser que existam motivos reais.

10. Usarás do bom-humor: O riso deixa tudo mais leve e menos complicado. Tentem manter o bom-humor até quando o assunto for sério. Não que tudo é pra ser levado na brincadeira, mas não se esqueçam de rir e de manter a espontaneidade da relação.

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Comentários

Recomendados para você:



Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.