Coach de Relacionamentos Revela: Como Conquistar o Homem dos seus Sonhos e se Tornar uma Mulher IRRESISTÍVEL.

Coloque o seu e-mail:

Curiosidades Saúde

O que acontece se uma mulher tomar Viagra? È INCRÌVEL!

Popularmente conhecido como “viagra feminino”, o Flibanserin é um remédio que tem como proposta estimular a libido feminina e otimizar a vida sexual. Ele foi recentemente aprovado para ser comercializado nos Estados Unidos, mas um recente estudo mostrou que ele não funciona como o esperado. Veja a seguir o que ele, de fato, causa às mulheres.

Como o próprio nome sugere, o viagra feminino foi criado para cumprir objetivos similares à já conhecida pílula azul masculina, mas tem suas peculiaridades. Enquanto o viagra comum age na hora e desperta a libido masculina, a pílula rosa, voltada para o público feminino não tem efeito imediato e foi criada para ser ingerida diariamente, como um tratamento para mulheres cujo desejo costuma estar em baixa na maioria do tempo.

Mas, será que o viagra feminino funciona mesmo? Será que ele acarreta efeitos colaterais? Essas e outras perguntas foram respondidas pela Universidade de Amsterdã, que durante oito estudos testou o medicamente em mais de 8 mil mulheres.
13Viagra feminino:

O que é: Recentemente aprovado pelo FDA (órgão norte-americano que regula a comercialização de medicamentos e alimentos), o Flibanserin é produzido pela Sprout Pharmaceuticals e leva o nome comercial de Addyi.

Seu objetivo é estimular a libido feminina agindo diretamente sobre os neurotransmissores cerebrais de mulheres com Transtorno de Desejo Sexual Hipoativo. Ele atuaria reduzindo os níveis de serotonina e aumentando a quantidade de dopamina e norepinefrina e, portanto, aumentando a libido. Para que haja o efeito esperado, é preciso tomá-lo continuamente, diferente do viagra masculino, que faz efeito imediato.

Funciona de verdade?: Pesquisadores da Universidade de Amsterdã revisaram oito estudos anteriores sobre o efeito do “viagra feminino”. No total, eles compilaram dados de mais de oito mil mulheres e descobriram que há um aumento da libido, mas que esse incremento é muito sutil. Os resultados foram publicados no periódico científico The Journal of American Medical Association (JAMA).

O que aconteceu com as mulheres?: De acordo com os resultados da análise, o viagra feminino não aumentou a frequência das relações se*uais satisfatórias para a mulher. Em termos estatísticos, houve, em média, meia relação a mais por mês com o uso da droga.
31O resultado, pelo menos para os cientistas, foi decepcionante. Segundo eles, o tal viagra feminino está longo de funcionar como o esperado e, embora aumente a libido depois de um tempo de uso, esse incremento é sutil demais para ser considerado uma boa notícia. Os estudos, que foram divulgados pela publicação científica The Journal of American Medical Association (JAMA), mostraram que o remédio nem ao menos aumentou o desejo das voluntários ou a quantidade de relações satisfatórias para as mulheres. Aliás, para não sermos muito pessimistas, em média, houve meia relação a mais mensalmente, depois do uso do viagra feminino.

Outro dado encontrado foi que as mulheres que usaram o medicamento marcaram apenas 0,3 pontos a mais em uma escala de desejo sexual de 0 a 5. O Flibanserin também deixou essas mulheres mais suscetíveis a tontura, náusea e fadiga, efeitos colaterais da droga.

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Comentários

Recomendados para você:



Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.