Coach de Relacionamentos Revela: Como Conquistar o Homem dos seus Sonhos e se Tornar uma Mulher IRRESISTÍVEL.

Coloque o seu e-mail:

Relacionamento

Receita Para Melhorar seu Relacionamento e Acabar com as Brigas

As questões que provocam as  brigas pode parecer insignificante, mas quando lutam para manter o seu casamento feliz de outra forma pode tornar-se uma placa de Petri de ressentimento e mágoas – o tipo que deixar você e seu amado de estar em salas diferentes assistindo ao mesmo programa de TV.
Receita Para Melhora seu Casamento e Acabar com as BrigasNo início de sua próxima briga, você provavelmente vai sentir o desejo de apontar seu dedo para seu marido e lembrá-lo que você disse a ele uma centena ou mesmo mil vezes que o que ele fez você ja tinha falado.

Todo mundo sabe que a vida com um pouco de humor fica muito melhor. Isso não é diferente na vida a dois.

Segundo o dicionário, humor é definido como “condição da mente, estado mental, disposição, temperamento, sentimento”, ou seja, pode ser bom ou mau. Não há dúvidas que assumir uma atitude de ver a vida com bom humor, ajuda-nos na rotina do dia a dia em todas as áreas, desde a familiar, amorosa ou profissional.

Todo mundo gosta de dizer que é bem-humorado, que não há tempo ruim para ele(a), que tudo se ajeita em todas as situações. Isso transparece alguém agradável, positivo e otimista.

Mas, é na hora dos argumentos e confusões que temos a real oportunidade de testar nosso bom humor, parando a tensão e evitando que as coisas se escalem para uma briga ou um problema maior do que o necessário.

Algumas dicas para usar o humor como ferramenta para evitar um argumento:

1. Entenda seu propósito: Ter humor não significa fazer uma piada diminuindo a outra pessoa. O propósito é aliviar a tensão e ajudar os dois a verem a situação de outro patamar, de forma a ver quão ridículos e contraditório muitas vezes alguns momentos na vida são. Mesmo que o assunto seja super sério, humor é uma grande ferramenta para limitar o drama emocional ou escalar uma briga.

2. Bom senso: Algumas situações não requerem que você use de humor, e isso pode parecer ofensivo, como alguém muito doente, por exemplo. Se usado da forma errada, o humor vai é escalar a tensão e causar ainda mais problemas. Considere algumas questões:

Pergunte a si mesmo se a pessoa em questão responde bem ao humor. Não é todo mundo que aprecia uma brincadeira ou outra. Ela pode achar que você não está levando a situação a sério e sendo desrespeitoso.
Se uma pessoa é muito crítica e ao mesmo tempo muito sensível, seja apenas respeitoso e não discuta. Responda calmamente uma situação e só. Não prolongue muito.

3. Use humor com respeito no momento certo e da forma certa: Praticar é uma boa pedida, em qualquer situação, e principalmente naquelas onde o bom humor pega bem. Mesmo assim seja sempre respeitoso.

4. Como usar o humor: Coloque certa perspectiva no comentário. Se você tem culpa no problema, faça uma certa brincadeira assumindo alguma falta, afinal, deve levar suas próprias faltas também de maneira mais humorada. Tenha certeza que usa carinho na brincadeira com outra pessoa. Um exemplo: Outro dia vi um casal onde a esposa se culpava e estava se sentindo horrível porque acidentalmente queimou o jantar. O marido disse em seguida: “Mas meu bem, com toda sua beleza, tenho certeza que as panelas se esconderam de vergonha”. Foi um comentário simples que fez a esposa sentir-se melhor e rir da situação.

5. Quebrando o gelo: Quando o clima está pesado e alguém faz um comentário que tira aquele ar pesado do ambiente. Um exemplo aconteceu comigo numa reunião de trabalho, onde o clima estava tenso, e alguém que estava chegando, percebeu a situação e começou a cantar uma música engraçada com entonação de voz mais engraçada ainda. Todo mundo riu! O ambiente melhorou instantaneamente e todo mundo de repente, como que por coincidência, que sabemos que não era, resolvemos a situação sem o peso da tensão.

6. Converse seriamente sobre os problemas depois que todos se acalmarem: Digamos que a situação realmente precise de uma conversa séria. Aguardar que as partes se acalmem para cuidar do assunto é sempre uma boa opção. Também mostra que você, mesmo sendo bem-humorado(a), está preocupado(a) em resolver o problema, e não fez a brincadeira antes para evitar a conversa, apenas para acalmar os ânimos. No casamento, lembre-se de uma época onde vocês dois costumavam rir e resolver os percalços do dia a dia sempre de bom ânimo. Lembre de um filme engraçado naquela situação.

Cuidado com o sarcasmo que não tem nada a ver com humor.

“Rir ainda é o melhor remédio”

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Comentários

Recomendados para você:



Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.